A Árvore de Natal Mágica

Conforme o Natal se aproximava, a floresta estava viva com emoção. Os animais estavam correndo, preparando-se para o grande dia. A neve caía suavemente, cobrindo o chão com uma macia manta branca.

No meio de tudo isso, havia uma árvore que se destacava. Era uma árvore alta e majestosa, com galhos que se estendiam até o céu. Mas o que tornava essa árvore especial era o fato de que era uma árvore mágica de Natal.

Todos os anos, a árvore mágica de Natal perguntava às crianças da floresta qual era o seu bem mais precioso. Em troca, a árvore lhes daria algo especial em troca.

Um dia, uma pequena menina se aproximou da árvore. Ela estava carregando um pequeno brinquedo de um elfo que ela mesma havia feito.

“Qual é o seu bem mais precioso, querida?”, Perguntou a árvore à menina.

A menina hesitou, mas então ela olhou para a árvore. Ela estava nua e sem decoração, e ela sentiu pena dela. Então ela tirou seu brinquedo e disse: “É este pequeno brinquedo de um elfo. Eu mesma fiz”.

“Coloque-o como decoração”, disse a árvore.

A menina fez o que lhe foi dito, e pendurou o brinquedo em uma das ramificações. Enquanto ela fazia isso, ela sentia um calor no coração.

Quando ela voltou para casa, ela ficou surpresa ao encontrar sua casa cercada de brinquedos. A árvore mágica de Natal a recompensou por compartilhar seu bem mais precioso.

Outro dia, uma senhora mais velha se aproximou da árvore. Ela estava segurando uma foto de seu filho perdido, que estava desaparecido há muitos anos.

“Qual é o seu bem mais precioso, querida?”, Perguntou a árvore à senhora.

“É esta foto do meu filho”, disse a senhora, com lágrimas nos olhos. “Eu estou procurando por ele há tanto tempo”.

“Coloque-o como decoração”, disse a árvore.

A senhora fez o que lhe foi dito, e pendurou a foto em uma das ramificações. Enquanto ela fazia isso, ela sentu um brilho de esperança no coração.

Quando ela voltou para casa, ela ficou surpresa ao encontrar seu filho sentado na sala de estar. A árvore mágica de Natal a reuniu com seu filho perdido.

Mas nem todos foram honestos com a árvore mágica de Natal. Um dia, um jovem muito inteligente se aproximou da árvore. Ele foi perguntado sobre seu bem mais precioso, mas em vez de dizer a verdade, ele mentiu.

Ele estava apaixonado por uma garota, e ela havia lhe dado uma pequena nota como sinal de seu afeto. Mas ele estava com muito medo de admitir seus sentimentos, então ele contou à árvore sobre uma bola de mármore que ele havia recebido de um garoto que ele não gostava de jeito nenhum.

“Coloque-o como decoração”, disse a árvore.

O jovem fez o que lhe foi dito, e pendurou a bola de mármore em uma das ramificações. Enquanto ele fazia isso, ele sentiu uma pontada de arrependimento no coração.

Quando ele voltou para casa, ele ficou chocado ao descobrir que o garoto que lhe dera a bola de mármore iria morar com eles a partir de agora. A árvore mágica de Natal o puniu por ter mentido.

A árvore mágica de Natal continuou a recompensar aqueles que foram honestos e punir aqueles que mentiram. E quando o dia de Natal chegou, a floresta estava cheia de alegria e felicidade. Os animais comemoraram, e a árvore mágica de Natal brilhou intensamente, um símbolo da magia e da maravilha da temporada.

image_pdfDownloadimage_printPrint